Como sabemos, existem vários tipos de cabelo: liso, ondulado, cacheado, crespo. No entanto, dizer apenas isso não é o suficiente para especificar o seu tipo, pois, dentro de cada grupo desses, existem ainda subdivisões.

De acordo com uma divisão criada nos EUA, os cabelos são separados por categorias conforme sua textura e ondulação e vão desde o tipo 1A até o 4C, sendo que, quanto menor a forma do cacho, maior será seu número dentro da classificação.

Saber em qual categoria seus fios se encaixam é essencial para que você possa utilizar produtos e tratamentos corretos, saber com qual frequência se deve lavar ou hidratar os fios e, assim, promover melhores cuidados às madeixas. Quer saber mais? Continue com a gente e descubra qual é o seu tipo de cabelo!

Cabelo liso: tipo 1

O cabelo liso encontra-se no início da lista, sendo identificado como tipo 1. Essa forma de fio não possui ondulação alguma, ou seja, é totalmente liso, desde a raiz até a ponta. Uma de suas características é que a oleosidade natural está presente em todo o comprimento, pois, sem cachos, ela consegue percorrer o fio sem dificuldade.

Ainda dentro do tipo 1 ocorre a subdivisão em categorias:

  • 1A – O fio é bastante fino, e tende a ser mais oleoso que os demais, além de muito brilhoso.
  • 1B – Esse já é um pouco mais encorpado, podendo ser classificado como médio, mas também costuma ser bastante oleoso.
  • 1C – São fios mais grossos e pesados, ainda com tendência à oleosidade e mais difíceis de serem modelados.​

Como cuidar

Cabelos lisos podem ser lavados com certa frequência para não ficarem tão oleosos, porém, deve ser tomado o cuidado de não exagerar, para os fios não acabarem danificados.

As hidratações a cada 15 dias são suficientes para controlar o ressecamento; no entanto, evite a aplicação dos cremes e condicionadores muito próximos da raiz. Além disso, não esqueça de sempre aplicar cremes protetores térmicos antes do uso de secador e chapinha.

Cabelo ondulado: tipo 2

O tipo 2 de cabelo não é liso, porém, também não é cacheado. Sua forma tem leves ondulações e costuma ser mais liso próximo à raiz. Por ter algumas ondas, ele não é tão oleoso quanto os fios lisos; no entanto, ainda consegue se manter sedoso.

Sua categorização fica da seguinte forma:

  • 2A – Possui pouco volume e ondulação bem sutil, é quase liso. Esse tipo de cabelo costuma ser de fácil modelagem.
  • 2B – Com ondas soltas e um pouco mais difícil de se modelar, esses fios têm uma tendência um pouco maior a ter frizz.
  • 2C – Sua ondulação lembra o formato de um “S” bem definido, formando até mesmo alguns cachos soltos e com mais volume.

Como cuidar

Quem tem fios ondulados pode perceber ainda uma tendência à oleosidade, mas não tanto quanto nos cabelos lisos. Se for necessário, use produtos próprios para controlar a oleosidade e aplique o condicionador mais para as pontas. Não se pode abrir mão dos tratamentos, sendo importante fazer hidratações profundas a cada 15 dias, em média.

Esse tipo de cabelo possibilita uma modelagem mais fácil, ficando lisos com uso de chapinha ou com ondas bem definidas através de ativadores de cachos. Para um efeito mais natural, basta a aplicação de mousse nas pontas.

Cabelo cacheado: tipo 3

Cabelos do tipo 3 são aqueles com cachos definidos, desde a raiz até as pontas. Nessas madeixas, há a formação de caracóis simétricos e com bastante volume.

Os cabelos cacheados são subdivididos em 3A, 3B e 3C. Veja a especificação de cada um deles:

  • 3A – São cachos soltos, largos e bem definidos. Os fios são brilhosos e com ondulação bem regular e natural.
  • 3B – Bem mais enrolado que o primeiro tipo de cabelo cacheado, tende a ter as pontas um pouco secas, já que a oleosidade da raiz encontra dificuldade para percorrer todo o comprimento.
  • 3C – Nessa divisão, os cachos são bem mais fechados e muito definidos, com fios geralmente finos e pontas secas.

Como cuidar

Cabelos cacheados não devem ser lavados com muita frequência. O ideal é que se faça no máximo duas lavagens na semana, para que não fiquem ressecados. É importante, ainda, utilizar produtos específicos que mantenham a hidratação, porque assim, você consegue manter a proteção adequada e o controle sob o volume do cabelo.

O creme para pentear pode ser usado diariamente e precisa ser específico para o tipo dos fios. Após a aplicação, é necessário deixar que o cabelo seque naturalmente, pois não usando um produto com antitérmico o secador pode ressecá-lo.

Cabelo crespo: tipo 4

Nessa categoria encontram-se os cabelos crespos, do tipo afro. Como a oleosidade natural não consegue percorrer por todo o fio, ele é mais seco que os demais tipos de cabelo. Possui a característica de se manter enrolado até mesmo quando está molhado.

São divididos em:

  • 4A – Possui cachos bem estreitos, sendo bem parecido com o cabelo 3C, porém, diferente do que acontece com o 3C, quando molhado, seus cachos aparecem bem definidos.
  • 4B – As ondas são menos definidas que o tipo A, com formato de ziguezague, e tendem a ser finos e frágeis, exigindo bastante cuidado.
  • 4C – Possui forma de ziguezague também, porém, bem menos definido que o anterior, quase que sem definição.

Como cuidar

Assim como o cabelo cacheado, o crespo também não deve ser lavado mais que duas vezes na semana, pois, como tendem a ser mais secos, lavar de forma exagerada pode ser prejudicial.

As hidratações precisam ser feitas com certa frequência, preferencialmente toda vez que se lavar os fios. Para finalizar, o ideal é utilizar cremes próprios para cabelos do tipo 4 e, se quiser mais definição, deve-se amassar bem o cabelo após o creme.

Conhecer bem seu tipo de cabelo irá te ajudar a cuidar melhor dele, deixando-o sempre saudável e com boa aparência.

E aí, qual desses tipos de cabelo é o seu? Deixe seu comentário contando sua descoberta!